Visões de império nas vésperas do "ultimato" : um estudo de caso sobre o imperialismo português (1889)

O objectivo deste estudo é salientar uma "pequena guerra" colonial, quase esquecida, do "novo imperialismo" português oitocentista: o conflito luso-macololo de 1889-1890, o qual, no entanto, suscitou o "ultimato" britânico a Portugal de 1890. Pretende-se realizar uma abordagem do ponto de vista do imaginário e, portanto, recorrer à imprensa periódica.

Após traçar o contexto histórico do conflito, traçar-se-á o pano de fundo mental do objecto deste estudo, a partir de reflexões em torno da tradução portuguesa coeva das Minas de Salomão, de Rider Haggard (tradução essa geralmente atribuída a Eça de Queiróz), para, seguidamente, passar à cobertura noticiosa do conflito, através de periódicos como o jornal diário portuense A Actualidade, e outras fontes escritas (livros, jornais e revistas). Concluir-se-á que o imperialismo portugês é muito semelhante aos restantes omperialismos europeus.

 

Assunto: História de Moçambique, Imperialismo - Portugal - séc. 19, Macocolos – Moçambique

 

Pode consultar o texto integral em:

https://catalogo.up.pt/exlibris/aleph/a23_1/apache_media/JKAHYRGKBH6EJHLLEG9C9RFVK7MQ37.pdf

Additional Info

  • Orientador: José Maciel Honrado Morais Santos
  • Autor: Luís Filipe Moreira Alves do Carmo Reis
  • Ano: 2006
  • Coorientador: n/d

R&D Supported by

R&D Unit integrated in the project number UID/HIS/00495/2019.

 

Contacts

Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto
Via panorâmica, s/n
4150-564 Porto
Portugal

+351 22 607 71 41
ceaup@letras.up.pt