Africana Studia nº 11, 2008

Preço:10,00 €
Valor do envio:

Descrição

Índice:

  • Editorial (p.3-4)
  • COMUNICAÇÃO: LÍNGUAS, RITUAIS E MASS-MEDIA EM ÁFRICA
  • Mika Palo - Ethiopia’s “Radio Voice of the Gospel” (1963-1977) in Context – Some Historical Observations on International Short Wave Radio Broadcasting to and from Sub-Saharan Africa(p.7-41)
  • Christian Meyer - Predicaments of Polyphony: Sequence, Self and Style in Wolof Conversations (p.43-79)
  • Isabel Galhano Rodrigues - Espaço e gesto: interacções no Português de diferentes culturas (p.81-127)
  • Eurídice Furtado Monteiro; Itzel Salas Barrena - Língua, poder e conhecimento: breve esboço sobre a diversidade linguística e epistémica no contexto cabo-verdiano (p.129-159)
  • Ana Stela de Almeida Cunha - Si to lo nfumbe ta sere sere – Traços de línguas crioulas em mambos e mpuyas em Palo Monte (Cuba)(p.161-183)
  • PROBLEMÁTICAS POLÍTICO-MILITARES E DA ÁFRICA OCIDENTAL
  • René Pélissier - Guerres Australes et Guerres Coloniales (p. 187-202)
  • Isiaka Badmus - Africa: in search of security after the Cold War (p. 203-245)
  • Bamisile Sunday Adetunji - Socio-cultural commitment in Things Fall Apart (p. 247-264)
  • Recensões
  • Maciel Santos - TOR SELLSTROM - A Suécia e as Lutas de Libertação Nacional em Angola,Moçambique e Guiné-Bissau (p.267-271)
  • Gabriela Silva - A. CORNWALL; A. WHITEHEAD; E. HARRISON (eds) Feminisms in development–contradictions, contestations and challenges (p.273-275)
  • Gerhard Seibert - DONALD BURNESS. Ossobó. Ensaios sobre a Literatura de São Tomé e Príncipe (p.277-282)
  • Resumos (p.285-296)

 

Editorial

O volume 11 da revista Africana Studia tem como tema de dossier Comunicação: línguas, rituais e mass-media em África. É um tema interdisciplinar que abrange várias áreas de investigação, como a Antropologia Social e a Linguística Descritiva, as Ciências da Comunicação, a Linguística, (onde, no caso de África, a Crioulística é uma área indispensável), a área interdisciplinar da Análise (multimodal) da Conversação e também a História, explorando aspectos sócio-políticos da comunicação sob o ponto de vista diacrónico.
Os artigos escolhidos para representar este tema provêm sobretudo de três áreas disciplinares: História, Análise da Conversação e Crioulística. Na primeira insere-se o artigo “Ethiopia’s Radio Voice of the Gospel (1963- 1977) – Some Historical Observations on International Short Wave Radio Broadcasting”, onde o autor retrata o papel fundamental de uma estação da rádio na Etiópia, num período de grandes mudanças politico-sociais.
Os dois artigos seguintes focam diferentes aspectos culturais da interacção face-a-face. “Predicaments of Polyphony: Sequence, Self and Style in Wolof Conversations” descreve as características das conversações dos Wolof, práticas sociais que seguem uma determinada ordem e que têm uma função social importante. O artigo “Espaço e gesto: interacções no português de diferentes culturas” centra-se no uso do espaço gestual, ou seja, no espaço criado pelos gestos que acompanham a fala. São estudos de casos, onde se salientam diferenças coreográficas dos gestos, sobretudo diferenças entre os gestos dos africanos e dos portugueses, com uma breve referência à gesticulação de uma japonesa.
As duas últimas contribuições prendem-se com questões relativas às línguas crioulas, crioulização, relações entre cultura, poder e línguas. Em “Língua, poder e conhecimento” ressalta a problemática inerente às relações de poder nos países colonizados que se reflectem, por sua vez, no confronto tanto da língua oficial com os diversos crioulos, como dos próprios crioulos entre si. “Si to lo nfumbe ta sere sere – traços de línguas crioulas em mabos e mpuyas em Palo Monte (Cuba)” são descritos aspectos linguísticos em rituais de uma religião banto praticada em Cuba, um exemplo de um contexto específico de transmissão linguística.

 
Isabel Galhano Rodrigues

 

Revista Internacional de Estudos Africanos/International Journal of African Studies:

Ficha Técnica:

Entidade proprietária: Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto
FLUP - Via Panorâmica s/n - 4150-564 Porto
Director: Maciel Morais Santos (macie1999@yahoo.com)
Sede da Redacção: FLUP - Via Panorâmica s/n - 4150-564 Porto

N° de registo: 124732

Depósito legal: 138153/99

ISSN: 0874-2375

Tiragem: 500 exemplares

Periodicidade: Anual

N° de contribuinte da entidade proprietária: 504045466

Tipografia: Papelmunde

Edição: Miguel Silva Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto

Revisão de textos: Amelia Queirós; La Salete Coelho; Miguel Silva e Rosário Melo.

Conselho Científico/Advisory Board:
Alexander Keese (U. Berna/CEAUP), Ana Maria Brito (FLUP), Augusto Nascimento (IICT), Carlos Couto (CEAUP), Collete Dubois (U. Aix-en-Provence), Elikia M’Bokolo (EHESSS – Paris), Eduardo Costa Dias (CEA-ISCTE), Eduardo Medeiros (U. Évora), Isabel Leiria (FLUL), Isabel Galhano Rodrigues (FLUP), Joana Pereira Leite (CESA-ISEG), João Garcia (FLUP), João Pedro Marques (IICT), José Carlos Venâncio (U. Beira Interior), Malyn Newitt (King’s College), Manuel Rodrigues de Areia (U. Coimbra), Michel Cahen (IEP – U. Bordéus IV), Paul Nugent (CEA- Edimburgo), Patrick Chabal (King’s College), Maria Rosa Sil Monteiro (U. Minho) , Philip Havik (IICT), Suzanne Daveau (U. Lisboa), Wilson Abreu (U. Porto).

Conselho Editorial/Editorial Board: Carlos Pimenta, Cristina Pacheco, Elvira Mea, Gabriela Silva, José Capela, Maciel Santos.
Secretariado: 
Raquel Cunha
Advertência:
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo desta publicação (na versão em papel ou electrónica) sem autorização prévia por escrito do CEAUP.
Africana Studia é uma revista publicada com arbitragem científica.
Africana Studia é uma revista da rede África-Europe Group for Interdidisciplinary Studies (AEGIS).

Apoio

Unidade I&D integrada no projeto com referência UID/HIS/00495/2019.

 

Contactos

Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto
Via panorâmica, s/n
4150-564 Porto
Portugal

+351 22 607 71 41
ceaup@letras.up.pt