Línguas nacionais - mas não oficiais - em África: conhecê-las para as preservar e valorizar

Porto, FLUP, 11 de Novembro

 

Considere-se, por exemplo, o caso dos PALOP. Em todos eles, as línguas bantu, pré-bantu e os diferentes crioulos caraterizam-se por:

- serem não oficiais;

- serem quase exclusivamente de tradição oral;

- serem pouco estudadas, pouco documentadas, pouco preservadas, pouco valorizadas;

-serem mesmo, em muitos casos, não registadas (em Moçambique, por exemplo, desconhece-se mesmo quantas línguas o país possui)!

Esta ausência de uma política linguística explícita, datada evidentemente do período colonial mas que continuou depois das independências políticas, representa um verdadeiro desinvestimento crónico nas línguas nacionais. O rolo compressor da língua oficial prossegue imperturbável, refletindo e agravando ao mesmo tempo as desigualdades sociais e regionais.

O que pode fazer a comunidade académica atualmente? Para começar, identificar e dar visibilidade ao risco real de perda patrimonial que representa a morte das línguas africanas não oficiais. Numa época em que a perda da biodiversidade começa a mobilizar a grande opinião pública, não se torna pertinente alertar para a perda de um elemento tão importante da etnodiversidade?

É para esta tarefa urgente que o CEAUP convida à apresentação e debate de comunicações. Esperamos ainda que este colóquio se torne o ponto de partida para um grupo de reflexão e eventualmente para uma publicação coletiva sobre a problemática das línguas não oficiais em África.

 

ORGANIZAÇÃO E CALENDÁRIOS DO COLÓQUIO

Chamada de comunicações – de 6 de Julho a 18 de Setembro

Validação e notificação da aceitação das propostas – até 30 de Setembro de 2022

 

Instruções para o envio de propostas

  • As propostas devem ser redigidas em português ou francês ou inglês.
  • Pede-se o envio para: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • As propostas devem incluir um título, identificação do autor e da respetiva filiação institucional/profissional e um resumo com um máximo de 300 palavras.

 

Registo no Colóquio:

  • Sem custos associados

 

Comissão Organizadora

Carla Delgado

Maciel Santos

Jorge Teixeira

Renata Moreira

 

Conselho Científico:

Carlos Manuel (Universidade Eduardo Mondlane)

Crisófia Langa (Universidade Eduardo Mondlane)

David Langa (Universidade Eduardo Mondlane)

Ezra Chambal Nhampoca (UTAD)

Isabel Galhano (FLUP)

Mbiavanga Fernando (ISCED - Luanda)

Sóstenes Rego (CEAUP)

 

CEAUP Contacts:

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Tel: +351 22 607 71 41

 

Login para post comentários

Apoio

Unidade I&D integrada no projeto com referência UIDB/00495/2020 e UIDP/00495/2020.

 

Contactos

Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto
Via panorâmica, s/n
4150-564 Porto
Portugal

+351 22 607 71 41
ceaup@letras.up.pt