Orlando Ribeiro é talvez o mais conhecido e célebre geógrafo português que contribuiu para o conhecimento da Geografia no Ultramar nos anos 1940. Impulsionou e permitiu ao mesmo tempo o desenvolvimento da pesquisa científica no domínio das ciências geográficas nas antigas colónias, no caso concreto da então Guiné Portuguesa. As obras de Orlando Ribeiro constituem a base da informação disponível sobre a geografia tanto fisica como humana desta região.

O relatório de Caldas Xavier sobre a Revolta do Massingire tem importância peculiar que lhe confere a qualidade do testemunho de um interveniente dotado de invulgar curiosidade e capacidade de análise sobre as causas profundas da conflitualidade desencadeada. Porventura o mais esclarecido e esclarecedor documento sobre a transição do sistema senhorial para o capitalismo de plantação, no Vale do Zambeze.

Este prefácio ao livro de apontamentos sobre Moçambique, que me foi solicitado pelo Professor Maciel Santos do Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto (CEAUP), tem o sentido de uma homenagem ao insigne geógrafo, pensador e professor Orlando Ribeiro, estudioso da geografia humana das regiões tropicais correspondentes ao antigo império colonial português.

Débil entre os Débeis
A trajectória missionária em Moçambique entre 1963 e 2009 do Padre Graciano Castellari, um comboniano italiano, mais que uma história de vida, a vida dum missionário, é uma espantosa aventura inserida numa fase
crucial da História daquele país, desde a época colonial ao fim da guerra pós-independência, simultaneamente um relato que nos atira para uma reflexão profunda sobre a essência do Homem, Deus, a religião, a paz, a vida, acima de tudo é um maravilhoso hino à vida e ao Humanismo cristão.

A presente Nota Introdutória proporciona-me o prazer de destacar, da vasta e diversa produção científica de Manuel Viegas Guerreiro a componente africana, em particular a que remete para o seu trabalho integrado na equipa de Jorge Dias e Margot Dias, desenvolvido no norte de Moçambique no ano de 1957, do qual resultou o volume IV da obra Macondes de Moçambique com o título Sabedoria, Língua, Literatura e Jogos (Centro de Estudos de Antropologia Cultural, Junta de Investigação do Ultramar, 1966).

معهد الدراسات الافريقية جامعة بورطو

اتصل بنا

Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto
Via panorâmica, s/n
4150-564 Porto
Portugal

+351 22 607 71 41
ceaup@letras.up.pt