Рекомендуется

Письмо исследователя

S. Vicente: Prosperidade e Decadência (1850 – 1918)

 

Índice:
Introdução
Cabo Verde
1. Situação Geográfica
2. Descobrimento
3. Povoamento
S. Vicente
1. Situação Geográfica
2. Descobrimento)
3. Tentativas de Povoamento
O Despertar da Ilha
1. Contexto Internacional
2. Os Primeiros passos
3. Proposta de Mudança de Capital
As Companhias Carvoeiras
A Concorrência
1. O Canal de Suez
2. O Arquipélago das Canárias
2. 1. O Porto de Santa Cruz de Tenerife
2. 2. O Porto de Las Palmas
3. Dakar
O Telégrafo
Ascensão e Decadência
A Sociedade
Conclusões

 


Se está registado importe

Documento e Referências


 

Resumo / Abstract

São Vicente é uma das ilhas do arquipélago de Cabo Verde, situado no Atlântico Norte a poucas milhas da Costa Ocidental africana.
O seu processo de povoamento e de colonização é “sui generis” no contexto histórico das ilhas. Foi uma das últimas a ser povoada devido a insistência dos portugueses em fazer dela uma ilha agrícola.
O único recurso natural que possui é o seu Porto Grande que viria a ser explorado a partir da década de trinta do século XIX pelos ingleses no quadro da Revolução Industrial.
Ao longo deste século foram instaladas várias companhias carvoeiras com o intuito de abastecer os barcos nas suas viagens transatlânticas.
Rapidamente, de uma ilha quase que despovoada, São Vicente se transforma numa das principais fontes de receita do arquipélago, facto que levou muitos ilustres cabo-verdianos a propor a transferência da capital da Praia para Mindelo.
Em paralelo com o económico a ilha conheceu um grande desenvolvimento sócio – cultural. Prova disso foi a construção de várias obras de vulto a nível nacional, como o telégrafo, o liceu, o hospital, a igreja católica que evidenciam a prosperidade da mesma.
A decadência do Porto Grande e consequentemente de São Vicente começa a partir dos finais do século XIX e acentua-se com a 1ª Guerra Mundial.
Hoje São Vicente procura enquadrar-se na nova conjuntura económica internacional, tendo sempre como pano de fundo a valorização e rentabilização do seu Porto Grande.


São Vicente is one of the islands from the archipelago of Cape Verde, situated in the north of Atlantic, a few miles from Occidental African coast.
His process of settlement and colonization is “sui generis” in the historical context from the islands.
It was one of the last to be setted because of the insistence of the Portuguese to became it an agricultural island. Its unic natural resourse is its “Porto Grande” that will became explored on the 30s from the 19th century by the English people on the Industrial Revolution period.
During this century were created many coal cellar companies with the objective of providing the coal ships in their transatlantic trips.
Rapidly, from almost an inhabitant island, São Vicente became one of the most important source of income from the archipelago. This fact was the reason from some capverdeans defended that the capital de Cape Verde should be transferred to Mindelo from Praia.
Social and cultural developments were also a reality. This was shown with the construction of the telegraph, the high school, hospital, the catholic church, etc which show the prosperity of the island.
The decline of the “Porto Grande” and consequently from São Vicente began in the finals of the 19th century and was emphasized with the 1st World War.
Today, São Vicente is trying to belong to the new international economic context, with the support in valorisation and profitability of its “Porto Grande”.

Связаться с нами

Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto
Via panorâmica, s/n
4150-564 Porto
Portugal

+351 22 607 71 41
ceaup@letras.up.pt