Рекомендуется

Письмо исследователя

Uma leitura do romance o escravo, de José Evaristo d'Almeida

O romance O Escravo de José Evaristo d’Almeida, publicado em 1856, situa-se num espaço geográfico e social cabo verdiano. Este estudo pretende demonstrar que o autor, mais do que dar início à ficção em Cabo Verde, dá um sério contributo para a construção das bases do que irá ser a literatura nacional do arquipélago.

Evaristo d’Almeida capta com rigor os aspectos mais importantes da identidade cabo-verdiana em formação, sublinha a sua faceta mestiça e destaca a importância da componente africana. Como aposta estético-ideológica, atribui o papel de heróis-protagonistas a uma dupla romântica formada por uma mestiça e por um negro. O autor denuncia os abusos da escravatura e as falhas do modelo colonial, no século XIX, período em que ocorrem frequentemente sublevações e revoltas e há sinais claros do regime esclavagista e da emergência de uma cultura e de uma nação crioula.

Assunto: O Escravo - Estudos críticos; Literatura cabo-verdiana - séc. 19 - Estudos críticos; Almeida, José Evaristo d’ - Estudos críticos;

 

Pode consultar o texto integral em:

https://catalogo.up.pt/exlibris/aleph/a23_1/apache_media/93J81J8F9LADMH678RYK7CBBGDI98V.pdf

Дополнительная информация

  • Orientador: Francisco José de Jesus Topa
  • Autor: Alberto Francisco Mendes Lopes
  • Ano: 2010
  • Coorientador: n/d

Связаться с нами

Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto
Via panorâmica, s/n
4150-564 Porto
Portugal

+351 22 607 71 41
ceaup@letras.up.pt