Charte du Chercheur CEAUP

O objecto desse trabalho é o processo de racialização das relações sociais no processo emancipacionista no Brasil. Considerando que a racialização e a abolição se constituíram de modo intrínseco na sociedade brasileira, proponho a análise das estratégias políticas de preservação de hierarquias sociais que marcaram o processo emancipacionista brasileiro, assim como a construção de identidades raciais nas duas últimas décadas do século XIX.

Em 1877, foi publicado um livro, em Lisboa, sobre a colónia portuguesa de São Tomé e Príncipe. O seu autor era Manuel Ferreira Ribeiro, um médico com opiniões controversas sobre os habitantes dessa colónia, em particular sobre os brancos, um grupo que incluía igualmente os degredados, indivíduos que tinham sido acusados de cometer crimes e cujas sentenças incluíam muitas vezes trabalho correccional.

Contact

Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto
Via panorâmica, s/n
4150-564 Porto
Portugal

+351 22 607 71 41
ceaup@letras.up.pt