Actas do VI Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais. As Ciências Sociais nos Espaços de Língua Portuguesa, balanços e desafios, Vol. 2

Precio base10,00 €
Cantidad de impuestos

Descripción

 

Índice:

  • Volume 2
  • IV - Heterodoxia, Racismo e Xenofobia
  • Ideologia do branqueamento - racismo à brasileira? - Andreas Haufbauer
  • A influência dos negros na música do "índio branco" - Christiane Reis Dias Villeia Assano
  • Um outro olhar sobre Paris ou algumas raizes do anti-semitismo no Brasil - Eva Alterman Blay
  • Organização colectiva dos/as professores/as: identidade e consciência de classe - primeiras aproximações - João Jorge Corrêa
  • Repressão/aceitação das comunidades cristãs-novas da raia beirã na I metade do século XVII -Lúcia Alexandra da Silveira Coelho Ferreira
  • Racismo e segregação racial: uma comparação entre o Brasil e os Estados Unidos - Marília Patta Ramos
  • Avaliação educacional e exclusão/inclusão das crianças mestiças - Maria Teresa Esteban
  • A Inquisição como saber - Sónia Siqueira
  • V - Interdiscipinaridade
  • Reestruturação produtiva na agroindústria paulista e a câmara setorial sucro-alcooleira. Uma contribuição ao estudo da gestão societária do capital e os desafios para o trabalho - António Thomaz Júnior
  • Worecü - a simbologia do ritual no corpo da mulher tikuna - Artemis de Araujo Soares
  • As ciências sociais em Angola: resistências, conflitos e perspectivas - Elizabeth Ceita Vera Cruz
  • A família como suporte da política de saúde mental em Portugal - Fátima Alves e Luisa Ferreira da Silva
  • A usina e o frade: notas para uma antropologia do sofrimento - Gláucia Oliveira da Silva
  • O trabalho infantil: uma negação dos direitos humanos - João Clemente de Souza Neto e Girão Matuí
  • Estudos de filosofia medieval em Portugal e no Brasil: tendências e desiderata - José Francisco Meirinhos
  • As ciências sociais como instrumento de transformação: Arthur Ramos e a antropologia aplicada -Luitgarde Oliveira Cavalcanti Barros
  • Culturas, idades e cotidiano escolar - Maria Elena Viana Souza
  • As ciências sociais e seu desenvolvimento frente às transformações do fenômeno religioso - Maria Octávia Duarte Cunha Freitas
  • As relações pedagógicas num ambiente de cooperação e auto-gestão - Marisa Nunes Galvão
  • A gestão estadual e municipal: um enfoque das relações de poder sobre a política educacional - Rosângela Novaes Lima
  • Interdisciplinaridade: filosofia e sociologia - Valter Duarte Ferreira Filho
  • VI - Encontros de cultura em espaços de Língua Portuguesa
  • Timor e a comunidade internacional - Henrique Gomes de Araújo
  • O lugar da cultura acústica moçambicana numa antropologia dos sentidos - José de Sousa e Miguel Lopes
  • VII - A Literatura, expressão cultural da sociedade
  • Investigando as estratégias de construção textual de José Eduardo Agualusa -Ana Mónica Henriques Lopes
  • Olavo Bilac e Manoel Bonfim, autores de Atravez do Brasil (1910): uma proposta educativa para o Brasil do começo do século XX - Enrique Rodrigues-Moura
  • A lírica impertinente de Manoel de Barros - Goiandira Ortiz de Camargo
  • Cantadores das viagens. A literatura de cordel e a experiência da migração nordestina para a Amazônia - Isabel Cristina Martins Guillen
  • Terceiro mundo e criação literária. O lugar de romance - José Carlos Venâncio
  • Os concursos de literatura e a propaganda colonial nos primórdios do Estado Novo - José Luís Lima Garcia
  • A temática da morte na literatura cabo-verdiana de ficção - Margarida Maria de Menezes Ferreira Miranda Fernandes
  • "A literatura não vive como um canguru": o estranho caso de um concurso literário onde se fala de literatura, construção social e modelos identitários - Maria Benedita Basto
  • (Sobre)viventes de secas: A família nordestina na visão do romancista Graciliano Ramos - Maria da Conceição Alves Rodrigues
  • Imagens de Luanda na literatura angolana - Maria Cristina Pacheco
  • História-História(s): O ano da morte de Ricardo Reis, de José Saramago. - Maria de Fátima Sendão Gomes Morashashi
  • A memória cultural na expansão literária - Maria José Palo e Maria dos Prazeres dos Santos Mendes
  • A diagnose cultural do fantástico em Mia Couto e em Malangatana ou 0 dis-cursus do fantástico em a varanda do Frangipanie em Malangatana - Maria Manuela J. C. Araujo
  • Duas visões literárias do colonialismo português - Maria Márcia Matos Pinto
  • A literatura - um espelho da sociedade - Roseane Nunes Baracat de Souza Figueiredo
  • João António e Germano Almeida: as sociedades brasileira e caboverdiana vistas sob o prisma da ficção - Rubens Pereira dos Santos
  • Os personagens-escritores nas obras. O ano da morte de Ricardo Reis de José Saramago e Em liberdade de Silviano Santiago - Susanna Ramos Ventura
  • A força do mito que percorre terras e tempos - Suzana Rodrigues Pavão
  • VIII - A Língua Portuguesa: balanços e desafios
  • A Língua Portuguesa na diáspora canadiana: afirmação de uma identidade -Aida Baptista e Manuel Marujo
  • Relativas de genitivo "estranhas" no Português de Moçambique: erros ou sinais de mudança? - Ana Maria Brito
  • A lexicografia em português sobre as línguas bantu: balanços e perspectivas - Vatomene Kukanda
  • IX - Globalização, valores e práticas culturais
  • Globalização e governabilidade urbana na Europa e na América Latina - Carlos Nunes Silva, Alfredo Pintor, Patrick Donovan
  • São Tomé e Príncipe plantas e povos origens e consequências - Iolanda Trovoada Aguiar
  • O desenvolvimento ecologicamente sustentado alternativa ao capitalismo na era da globalização - Jacinto Rodrigues
  • Entre a globalização e a cidadania: Gênero e política no final do milênio - Jussara Reis Prá
  • Desintegração e resiliência de sociedades agrárias africanas - a importância de recursos genéticos e de recursos sociais. Estudo de caso na Guiné-Bissau - Marina Padrão Temudo e Ulrich Schiefer
  • Economia e política da globalização e estratégias locais de desenvolvimento. A regulação do trabalho - Marinús Pires de Lima
  • A questão do poder e da cidadania no Brasil na era da globalização - Silene de Moraes Freire
  • Mesa Redonda - Gilberto Freyre
  • Leituras da correspondência de portugueses para Gilberto Freyre - Cláudia Castelo
  • Gilberto Freyre e a mulata: mestiçagem e diferenciação no pensamento brasileiro - Natasha Pravaz
  • Sessão de encerramento
  • Sumário

 

CENTENO (Org.), Rui & GONÇALVES(Org.), António Custódio . 2000. Actas do VI Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais. As Ciências Sociais nos Espaços de Língua Portuguesa, balanços e desafios. Papers at VI Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais. As Ciências Sociais nos Espaços de Língua Portuguesa, balanços e desafios, 2002, at FLUP - Porto.

 

Nota de Abertura

A realização do VI Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais na Universidade do Porto, promovido pela Faculdade de Letras e pelo Centro de Estudos Africanos, constituiu para nós uma honra e um privilégio.
Iniciados em 1990 na Universidade de Coimbra e continuados depois em S. Paulo, Lisboa, Rio de Janeiro e Maputo, os Congressos Luso-Afro-Brasileiros de Ciências Sociais tornaram-se no mais importante espaço de reflexão científica e de diálogo multicultural de especialistas das diversas ciências sociais e humanas de língua oficial portuguesa. Este VI Congresso reuniu cerca de 500 Colegas de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, S. Tomé e Príncipe e Timor Loro Sae, que quiseram partilhar, com análises críticas e fundamentadas, os seus conhecimentos, saberes, projectos e experiências profissionais em que cada um está implicado e que geram solidariedades.
Desejamos que estas solidariedades, para lá das fronteiras nacionais ou ideológicas, sejam um marco privilegiado dos Países da Comunidade Científica Lusófona, pela singularidade que os constitui e pela universalidade que os relativiza, através da indispensável diversidade de opiniões organizadas e do necessário respeito dos olhares cruzados e plurais. Com este objectivo foi constituída neste Congresso a Associação de Ciências Sociais e Humanas em Língua Portuguesa.
0 tema geral do Congresso As Ciências Sociais nos Espaços de Língua Portuguesa: Balanços e Desafios apelou para a importância da análise e compreensão dos actores sociais e dos factores humanos, numa perspectiva de inovação e de produção de sentido, no contexto das grandes mutações económicas e políticas dos equilíbrios mundiais.
Assim, privilegiou-se a construção das identidades plurais e dinâmicas no reencontro triangular com reflexões inovadoras e críticas sobre o passado e com novos olhares sobre o futuro no respeito pela variedade e variabilidade das culturas.
Este Congresso realizou-se no limiar das Comemorações do Porto Capital Europeia da Cultura, Cidade com património histórico e cultural de elevada riqueza, classificado pela UNESCO como Património Mundial.
Entendemos que a publicação das Actas deste congresso deveria ser feita com a brevidade possível, a fim de submeter os textos dos autores das comunicações à reflexão e à experiência profissional dos Colegas ausentes e dar maior visibilidade para um público mas alargado.
Nestas Actas, por motivos alheios à nossa vontade, não estão incluídos os textos das três conferências plenárias, faltando ainda algumas comunicações apresentadas nos painéis temáticos e nos grupos de trabalho.

Contactos

Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto
Via panorâmica, s/n
4150-564 Porto
Portugal

+351 22 607 71 41
ceaup@letras.up.pt