Para / To:

» Origem do nome da cidade do Mindelo

Um enigma historiográfico

A cidade do Mindelo, berço de João Vário, é sede do conselho de São Vicente, na ilha deste nome, e a sua importância, no contexto cabo-verdiano e mundial, remonta pelo menos ao século XIX. Para isso muito contribuiu o vizinho Porto Grande, situado numa baía esplêndida para auxiliar a navegação entre a Europa, a África e a América do Sul. A excelência de uma tal localização motivou o cônsul britânico, John Rendall, a pedir ao governo português autorização para se instalar, nesse ponto de Cabo Verde, um depósito de carvão de pedra, necessário à navegação a vapor entre a Inglaterra e o Brasil. A povoação foi elevada à categoria de vila em 1858, e à de cidade em 1879.

O nome de Mindelo foi atribuído, pela rainha portuguesa, à localidade, em 1838. Anteriormente, a povoação chamava-se Vila Leopoldina, em homenagem a uma princesa austríaca, a primeira mulher do rei Dom Pedro IV de Portugal (o imperador Dom Pedro I do Brasil). A nova designação aludia a um acontecimento histórico particularmente caro a Dom Pedro e à sua filha (de um segundo casamento) e sucessora no trono português, Dona Maria II. Tratava-se do chamado «desembarque do Mindelo» (1832), no qual as forças militares apoiantes da causa destes dois príncipes invadiram Portugal continental, vindas dos Açores. Graças à vitória na guerra que se seguiu, essas tropas (daí em diante designadas por «os bravos do Mindelo») impuseram no país um regime político liberal (1834), posteriormente responsável pela abolição (nominal) da escravidão na África Portuguesa.

Desembarque  dito «do Mindelo»

O nome de «Mindelo», porém, atribuído tanto ao desembarque em Portugal quanto à cidade cabo-verdiana, configura um enigma historiográfico. Com efeito, a entrada dos militares liberais no continente europeu deu-se, não na localidade portuguesa de Mindelo (no actual concelho de Vila do Conde), mas uma légua mais a sul, em Arnosa de Pampelido (hoje na freguesia de Lavra, concelho de Matosinhos). Porquê, então, a designação? Segundo alguns, a explicação parece ser esta: a manobra subjacente ao desembarque, em Pampelido, começou, de facto, a realizar-se algumas horas antes, com os navios da frota invasora alinhados diante da praia de Mindelo. Este tipo de operação naval (designada «cabeça-de-ponte», em terminologia militar) justificaria, assim, a designação «do Mindelo», e explica, também, porque a principal cidade de São Vicente, e a segunda maior de Cabo Verde, não se chama hoje «Pampelido».

0 comentário(s)